Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O "ah, que diferença" eleitoral

Lula irá à Europa. Prepare-se para os factoides que serão vendidos como resgate antecipado da imagem brasileira no exterior
O “ah, que diferença” eleitoral
Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

Depois de mais um vexame de Jair Bolsonaro no exterior, Lula (foto) passará duas semanas na Europa, de 11 a 24 de novembro. Visitará Paris, Madri, Berlim e Bruxelas, de acordo com O Globo. Prepare-se para as imagens e entrevistas que mostrarão o ex-presidiário como estadista, em contraste com as do sociopata que atualmente desgoverna o país.

A esquerda europeia, com a participação especial de Anne Hidalgo, a pior prefeita que Paris já teve, ainda assim candidata a presidente da França pelo combalido Partido Socialista, fará a sua parte, criando factoides que serão vendidos como antecipação do resgate da imagem brasileira no exterior — o que, na fantasia petista, só ocorrerá com a volta de Lula ao Palácio do Planalto. “Ah, que diferença…” é a frase que mais se ouvirá. Na verdade, na comparação com Jair Bolsonaro, a imagem do país no exterior é resgatável até por turistas que viajam com a camisa da seleção brasileira e cantam “eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor” em aeroporto. Na verdade, a repulsa europeia a Bolsonaro abrirá portas para Lula. Na verdade, o Brasil nunca teve muita importância para o mundo, a não ser por causa da floresta amazônica.

Como ex-presidente, Lula levará quatro assessores e três seguranças na sua viagem. É dinheiro público gasto para bancar propaganda eleitoral indireta.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO