CRÔNICA ANTAGONISTA: O cinismo de Lula Geddel e Cabral