Bolsonaro: "Sem Flávio, Witzel não teria sido eleito"

No lançamento do Aliança pelo Brasil, Jair Bolsonaro voltou a acusar Wilson Witzel de tentar envolvê-lo no caso Marielle.

Ele reafirmou que o governador lhe contou no Clube Naval que sabia que seu nome estava no processo. E afirmou que o governador não teria sido eleito sem se atrelar à campanha de Flávio.

Bolsonaro criticou a reportagem do Jornal Nacional sobre a anotação do porteiro, que também mostrou que ele estava em Brasília no dia do duplo homicídio.

“Isso é uma pauta que não tem que ser divulgada”, declarou.

Comentários

  • Ana -

    O Senhor Presidente não seria eleito sem a Lava Jato! Menos, Bolsonaro, menos!

  • Edelson -

    DE NOVO, A MESMA LADAINHA! ENQUANTO ESSA BRIGUINHA PAROQUIAL CONTÍNUA, O DÓLAR CHEGA A $ 4,20

  • Adélia -

    Isso ninguém pode negar, quem é do RJ sabe, Wiltz era um ilustre desconhecido. O governador sofre com essa verdade, por isso tenta jogar na lama o nome Bolsonaro.

Ler 35 comentários