Conteúdo patrocinado por Produzido por OALab

Acabe com a dívida do cartão de crédito e do cheque especial antes que ela acabe com você

Por que pagar juros abusivos de 118% ao ano por um empréstimo pessoal ou de astronômicos 303% no cheque especial se você pode pagar só 14,7%? Como? Fazendo o que muita gente já descobriu para fugir das altíssimas taxas dos bancos: o empréstimo com garantia. Nesse tipo de crédito, você oferece um bem de garantia, como imóvel ou veículo, e consegue valores maiores, juros bem mais baixos, além de prazos mais longos para pagar.

O empréstimo com garantia é uma boa opção para quem está enrolado com dívidas caras, como as do cartão de crédito, principal responsável pelo endividamento de 60,7% das famílias brasileiras, segundo a PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor). Isso porque é possível renegociar essas dívidas com altas taxas de juros e prazo curto por uma mais barata, com parcelas menores e mais tempo para pagar. Mas não é só isso. O empréstimo com garantia tem sido usado também para investir no próprio negócio, estudar fora do país, reformar a casa, fazer uma viagem com a família, pagar despesas médicas e até casar.

SAIBA MAIS

A Creditas, principal plataforma online de crédito com garantia do Brasil, oferece juros a partir de 1,15% ao mês mais IPCA para empréstimos com garantia de imóvel. No ano, isso representa 14,7% de taxa nominal. Quer saber quais são as taxas dos bancos? No empréstimo pessoal ela chega em média a 118,5%. Quem entra no cheque especial paga em média estratosféricos 303,2% ao ano e no cartão de crédito rotativo média de 271,4%. Confira os valores na tabela abaixo.

Compare as taxas de juros (ao mês e ao ano)

Tipo de empréstimo Juros ao mês Juros ao ano
Empréstimo com garantia de imóvel Creditas A partir de 1,15% 14,7%
Empréstimo consignado (servidores públicos) 1,7% 23,01%
Empréstimo consignado (beneficiários do INSS) 1,9% 25,5%
Empréstimo com garantia de veículo Creditas A partir de 1,79% 23,7%
Empréstimo consignado privado 2,8% 39,1%
Empréstimo pessoal 6,7% 118,5%
Cartão de crédito parcelado 8,5% 167,1%
Cartão de crédito rotativo 11,6% 271,4%
Cheque especial 12,3% 303,2%
TIPO DE EMPRÉSTIMO
JUROS AO MÊS JUROS AO ANO
Empréstimo com garantia de imóvel Creditas
A partir de 1,15% 14,7%
Empréstimo consignado (servidores públicos)
1,7% 23,01%
Empréstimo consignado (beneficiários do INSS)
1,9% 25,5%
Empréstimo com garantia de veículo Creditas
A partir de 1,79% 23,7%
Empréstimo consignado privado
2,8% 39,1%
Empréstimo pessoal
6,7% 118,5%
Cartão de crédito parcelado
8,5% 167,1%
Cartão de crédito rotativo
11,6% 271,4%
Cheque especial
12,3% 303,2%

Fontes: Banco Central (julho/2018) e Creditas

Como a Creditas consegue ter juros tão baixos?

É simples. Ao oferecer um bem como garantia, o tomador de empréstimo mostra que tem reais condições de quitar sua dívida, daí o risco diminui. “Não tem segredo”, diz Viviane Sales, vice-presidente de Marketing e Analytics da Creditas. “Como a pessoa que está tomando o empréstimo se responsabiliza por parte do risco, o crédito torna-se mais barato e a inadimplência é bem menor que no empréstimo pessoal.”

Por que os bancos não se interessam por esse tipo de empréstimo? São várias as razões. A principal: cartão de crédito, cheque especial e empréstimo pessoal oferecem altíssimos lucros para as instituições financeiras, que não podem nem pensar em correr o risco de canibalizar esses produtos. Além disso, gerenciar empréstimo com garantia é mais complexo. “É muito mais fácil para os bancos e financeiras vender produtos como o empréstimo pessoal, que precisa só de uma análise de crédito e algumas informações do cliente. E a margem de lucro é bem maior também”, afirma Viviane.

SIMULE ONLINE

Os bancos têm ainda uma estrutura pesada para carregar. Por ser uma operação totalmente digital, a Creditas não arca com os custos de manutenção de agências físicas, entre outras despesas dos velhos bancos.

Com os juros baixos do empréstimo com garantia, as parcelas também são reduzidas, o que contribui para uma inadimplência de menos de 1%. Por tudo isso, desde que foi criada em 2012, a Creditas já recebeu mais de 1 milhão de solicitações de empréstimos, totalizando R$ 17 bilhões em créditos solicitados. Em 2018, a empresa deve movimentar cerca de R$ 300 milhões com esse tipo de crédito.

Para fazer uma simulação de empréstimo, basta entrar no site da Creditas, fornecer as informações cadastrais, financeiras e do imóvel ou veículo. O valor da taxa oferecida sai em instantes. Se você topar, começa o processo para o empréstimo, acompanhado por consultores especializados da empresa. Já chegam a 100 mil por mês as solicitações feitas no site.

Com garantia de imóvel, os empréstimos variam entre R$ 30 mil e R$ 1 milhão, com prazo de pagamento de 60 a 180 meses e taxa a partir de 1,15% ao mês mais IPCA. Os imóveis precisam ter valor a partir de R$ 150 mil e podem ser residenciais, comerciais, mistos ou de veraneio. No caso de empréstimo com garantia de automóvel, o valor mínimo é de R$ 5 mil, com taxa de 1,79% ao mês e prazo para pagar de 12 a 48 meses.

A Creditas criou um sistema de inteligência que verifica vários indicadores relacionados ao potencial tomador de empréstimo: os números indicam a sua capacidade de pagamento, a liquidez dos bens apresentados como garantia e a propensão para pagar ou não o empréstimo. Tudo para oferecer o menor juro possível e manter o imóvel ou veículo nas mãos de seu proprietário.

Instalada na avenida Berrini, um dos principais centros de finanças e tecnologia de São Paulo, a Creditas tem 500 funcionários e cresce aos saltos. Em 2017, a empresa aumentou 7 vezes em relação ao ano anterior e a previsão para este ano é repetir esse crescimento. O propósito continua o mesmo: oferecer crédito de qualidade que ajude os brasileiros a usar seus bens para alavancar seu progresso financeiro e pessoal, viabilizando projetos de vida e combatendo o mau endividamento.

SIMULE AGORA