O PT elogiou uma farsa: as eleição legislativa na Venezuela do ditador Nicolás Maduro. Disse que foi “democrática”. Faz sentido. O partido de Lula sempre apoiou o bolivarianismo que flagela o país vizinho. A Crusoé foi verificar in loco a farsa perpetrada pela ditadura venezuelana, e encontrou um cenário desolador:

 

 

 

 

“Às vésperas da eleição legislativa marcada para domingo, 6, as ruas de Caracas continuam vazias. Sem gasolina, com medo da criminalidade e da pandemia, poucos se aventuram a sair de casa. O fluxo de gente é maior no centro da capital, onde estão localizados os prédios governamentais. Nessa região, muros foram pintados com os nomes de candidatos chavistas – o dos opositores foram estrategicamente cobertos com tinta. Em algumas tendas na rua, apoiadores da ditadura trajando camisetas coloridas tentam distribuir folhetos, mas quase ninguém se aproxima. Ao fundo de uma rua, é possível ouvir um carro de som tocando músicas lançadas pelo ditador Nicolás Maduro para tecer loas ao ex-presidente Hugo Chávez. “Uh, ah, Chávez não se vá”, diz uma delas. Sem argumentos para animar os eleitores, optou-se por recorrer ao falecido ditador.

A falta de esperança e o desânimo são generalizados. As pessoas que aceitaram conversar com a reportagem de Crusoé – temendo sanções da ditadura, a maioria dos moradores de Caracas evita a imprensa – afirmaram que não iriam comparecer às urnas no dia 6. “Não farei isso porque já sabemos o resultado. Essas são as eleições mais tristes que já tivemos na nossa história e isso não é por culpa da pandemia. Não temos dinheiro para comprar comida”, diz Margarita Alzuru, que era secretária e agora trabalha como diarista, aos 59 anos.”

Jornalismo não é trololó.  É investigar, gastar sola de sapato, reportar e mostrar. Blogueiro não faz isso; repórter, sim. A Crusoé mostra tudo, seja no Brasil ou fora dele. Assine a Crusoé, a revista que fiscaliza TODOS os poderes, e apoie o jornalismo independente.

Por que ter acesso ao combo

O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ?

Embora tenham o mesmo DNA, O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ são publicações com características e personalidades bastante distintas.

Explicando melhor: as duas publicações são complementares.

Enquanto O ANTAGONISTA+ oferece uma cobertura eletrizante e em tempo real dos principais fatos da política, CRUSOÉ traz reportagens investigativas aprofundadas e artigos analíticos sobre o presente e o futuro do Brasil.

O ANTAGONISTA+ coloca VOCÊ na trincheira da cobertura política, no corpo a corpo com os poderosos.

CRUSOÉ leva VOCÊ para a ilha do jornalismo independente, que propicia o aprofundamento e a reflexão.

Em conjunto, eles podem fazer o que nenhuma outra publicação faz por você.

O acesso às duas publicações é uma oportunidade única de saber — em tempo real e em primeira mão — os movimentos nos bastidores da política brasileira e, adicionalmente, entendê-los em profundidade, antever seus desdobramentos para o país e até as consequências para a sua vida.

Mais: nenhuma das publicações veicula anúncios de órgãos públicos de qualquer Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) e esfera (federal, estadual ou municipal), tampouco de empresas estatais ou companhias privadas enroladas em escândalos de corrupção.

Recusamos integralmente qualquer recurso proveniente dessas fontes.

O princípio é: o jornalismo independente não pode ter vínculos comerciais com autoridades e instituições que ele, o jornalismo independente, deve fiscalizar

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo

1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE

A Coluna Exclusiva de Sergio Moro

Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe

Newsletters Exclusivas