Um ano e meio atrás, a Crusoé denunciou o acordão que estava sendo costurado por Jair Bolsonaro, ministros do STF e caciques do Centrão para chutar Sergio Moro e restaurar o balcão de negócios apodrecido que existia antes da Lava Jato.

A máquina de propaganda chapa-branca atacou a Crusoé e fez uma campanha de boicote à revista.

Resultado?

O acordão foi fechado, Jair Bolsonaro aliou-se aos réus da Lava Jato, indicou um PGR empenhado em destruir os procuradores de Curitiba, acertou o nome do novo ministro do STF em encontros noturnos com Dias Toffoli e Gilmar Mendes e, claro, expurgou Sergio Moro do governo.

Ele agora é colunista da Crusoé.

Nesta semana, uma reportagem da revista descreve o balcão de negócios que o bolsonarismo armou no Congresso Nacional, e que reflete o triunfo do acordão espúrio que denunciamos em agosto de 2019.

Leia um trechinho:

“Nos últimos dias, a eleição para as presidências da Câmara e do Senado se transformou num grande balcão de negócios. Na mesa, promessas de liberação bilionária de emendas, ofertas de vagas em ministérios na reforma programada para o início de 2021, juras de dinamitar o que resta da Lava Jato, assunto do interesse dos encalacrados com a Justiça, e até garantias de criação de um novo imposto sindical, o que adoça o paladar de setores do PT e da esquerda (…).

Como a disputa pelo comando da Câmara é um grande conchavo corporativista para garantir a manutenção do status quo das excelências, não é de surpreender a escolha de um deputado enrolado como boa parte dos colegas. Lira tem uma coleção de processos judiciais, alguns encerrados, outros em andamento. As denúncias – entre as pretéritas e as atuais — vão de violência doméstica a rachadinha, passando pela contratação de funcionários fantasmas e pela cobrança de propina investigada na Lava Jato. Há duas semanas, o Supremo formou maioria para manter o deputado como réu por corrupção passiva, no processo em que é investigado por receber 106 mil reais em propina. A folha corrida de Lira é tão constrangedora que até mesmo alguns bolsonaristas sentem-se envergonhados de declarar voto publicamente no escolhido do Planalto. E o que faz então do líder do Centrão um candidato competitivo para a sucessão de Rodrigo Maia? Do ponto de vista dos colegas, há a convicção de que seus privilégios permanecerão intocáveis pelos próximos dois anos e que os acordos políticos serão regiamente cumpridos, ainda que isso cause desgastes perante a sociedade. ‘Sabe aquela história do deputado que disse se lixar para a opinião pública? O Lira é um cara que vai honrar os acertos porque é calejado com as críticas e com as porradas nas redes sociais’, disse um parlamentar que faz oposição a Bolsonaro.”

A guerra no STF

Com a reviravolta no julgamento sobre a reeleição no Congresso, a corte volta a ser palco de troca de farpas entre ministros, intrigas e até ameaças.

Os relatórios confidenciais da J&F

Documentos do acordo de leniência da holding revelam que a JBS omitiu da Justiça informações importantes em sua delação, o que a coloca novamente em xeque. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula

A salvação pela vacina

O início da vacinação no Reino Unido traz esperança para o mundo e dá a largada para a corrida dos políticos pela vacinação em massa nos diferentes países.

Sim, é tudo muito deprimente, e não dá vontade de assinar a Crusoé, para não ter de ler essas coisas. Muita gente, enojada e decepcionada, prefere se afastar da política. É perfeitamente compreensível. Mas o fato é que as questões continuam lá, e o nosso trabalho é impedir que o balcão de negócios atue no escurinho dos palácios e do parlamento, sem qualquer tipo de vigilância. Assine a revista e conte conosco para atrapalhar esses negócios. Porque a Crusoé não está à venda. E nunca estará.

Por que ter acesso ao combo

O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ?

Embora tenham o mesmo DNA, O ANTAGONISTA+ e CRUSOÉ são publicações com características e personalidades bastante distintas.

Explicando melhor: as duas publicações são complementares.

Enquanto O ANTAGONISTA+ oferece uma cobertura eletrizante e em tempo real dos principais fatos da política, CRUSOÉ traz reportagens investigativas aprofundadas e artigos analíticos sobre o presente e o futuro do Brasil.

O ANTAGONISTA+ coloca VOCÊ na trincheira da cobertura política, no corpo a corpo com os poderosos.

CRUSOÉ leva VOCÊ para a ilha do jornalismo independente, que propicia o aprofundamento e a reflexão.

Em conjunto, eles podem fazer o que nenhuma outra publicação faz por você.

O acesso às duas publicações é uma oportunidade única de saber — em tempo real e em primeira mão — os movimentos nos bastidores da política brasileira e, adicionalmente, entendê-los em profundidade, antever seus desdobramentos para o país e até as consequências para a sua vida.

Mais: nenhuma das publicações veicula anúncios de órgãos públicos de qualquer Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) e esfera (federal, estadual ou municipal), tampouco de empresas estatais ou companhias privadas enroladas em escândalos de corrupção.

Recusamos integralmente qualquer recurso proveniente dessas fontes.

O princípio é: o jornalismo independente não pode ter vínculos comerciais com autoridades e instituições que ele, o jornalismo independente, deve fiscalizar

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo

1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE

A Coluna Exclusiva de Sergio Moro

Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe

Newsletters Exclusivas