ACESSE

Covid-19: modelo usado pela Casa Branca prevê 125 mil mortes no Brasil até agosto

Telegram

O modelo da Universidade de Washington, um dos principais usados pela Casa Branca para monitorar os casos do novo coronavírus, prevê agora mais de 125 mil mortes por Covid-19 no Brasil até agosto.

Em meados de maio, o mesmo modelo previa que cerca de 88 mil pessoas morressem da doença no Brasil até o dia 4 de agosto.

O instituto americano revisou os números para pior após o crescimento vertiginoso de casos e mortes em território brasileiro nas últimas semanas, com o país se tornando o epicentro da pandemia, segundo a OMS.

As novas projeções estimam que o pico de mortes diárias no Brasil aconteça em 13 de julho, com 1.526 óbitos em 24 horas.

Leia também: Lições da gripe espanhola de 1918 para hoje a pandemia de hoje

Comentários

  • Hermano -

    Talvez não cheguemos a isso, mas será próximo, diferente do Átila “tunberg” Iamarino queridinho da esquerda que deu um cópia e cola no Imperial College errou feio.

  • Nando -

    Despojos vira o pedido de desculpas???? Só para saber

  • Agostinho -

    Se não me engano vocês publicaram um estudo anterior que previa o pico com 2500 mortes em um dia.

Ler 43 comentários