Rio atinge maior número de roubos desde 1991

O número total de roubos no estado do Rio de Janeiro é o maior em quase três décadas.

É o que revelam dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) compilados pelo Globo.

“Nos 11 primeiros meses de 2017, foram 212.065 casos — uma média de 27 por hora. É o maior número desde 1991, primeiro ano da série histórica feita pelo órgão. Os roubos de carga, como os registrados ontem na cidade, ajudam a engrossar as estatísticas.

A multiplicação dos roubos nos últimos anos superou de longe o crescimento populacional. Enquanto o total de habitantes do estado aumentou 30,53% desde 1991, o número de crimes subiu 447,63%.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 8 comentários
  1. O Rio de Janeiro é o mais revolucionário, progressista, socialista e descolado Estado do país. É uma amostra grátis do que os esquerdistas querem para o Brasil inteiro.
    Se a esquerda voltar ao poder o Rio é o Brasil amanhã.

  2. Perfeita a sua lembrança!
    Aqui não se rouba para enriquecer ilicitamente, se faz caixa para usar em campanha.
    Até quando puniremos generais que falam a verdade e exaltaremos supremas autoridades que mentem e abolvem descaradamente os criminosos?

  3. Para falar com sotaque carioca bem arrastado: “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”. césar maia, quando a cidade do Rio de Janeiro ganhou de São Paulo, como a cidade brasileira para concorrer a ser a sede das Olimpíadas de 2016.
    Parabéns a césar maia.

  4. Perguntem ao comunista Gilberto Gil e seu parceiro de todas as horas Caetano se “o Rio de Janeiro continua lindo” Esses comunistas libertinos nos últimos 30 anos fizeram de tudo para o Rio virar a baderna que é hoje.

    1. Perfeita a sua lembrança!
      Aqui não se rouba para enriquecer ilicitamente, se faz caixa para usar em campanha.
      Até quando puniremos generais que falam a verdade e exaltaremos supremas autoridades que mentem e abolvem descaradamente os criminosos?