A dieta petista

Ontem o antagonista Diogo foi exonerado do trabalho porque tinha um empenho urgente: torcer por seu filho numa partida de futebol contra a Udinese (vitória por 3 X 1, com gol de Nico depois de driblar três adversários). 

Hoje ele acordou disposto a compensar a folga de domingo, mas as principais manchetes dos jornais brasileiros o desanimaram. Folha: “Ajuste fiscal gera impasse com setor de ensino privado”. Estadão: “Petrobras culpa delator por custo de Abreu e Lima”. O Globo: “TCU impede Caixa de usar empresa paralela”. 

Diante disso, ele se dedicou à leitura da reportagem da Veja sobre a dieta argentina Ravenna. Em uma de suas 10 páginas, a reportagem conta que Dilma Rousseff, adepta da dieta, telefonou ao ministro José Eduardo Cardozo e ordenou: “Comece a dieta também, você está precisando”. Ele obedeceu, evidentemente, e já perdeu 5 quilos. Em outro lugar da reportagem, a dona do Magazine Luiza, adepta da dieta Ravenna e, assim como José Eduardo Cardozo, adepta de Dilma Rousseff, diz que, para manter a linha, leva a cozinheira em todas as suas viagens.

O antagonismo antipetista de Diogo é tão violento que ele interrompeu a leitura e foi se empanturrar de mortadela.


Calorias antipetistas

Faça o primeiro comentário