A Vila Madalena é a Vila PT

A Vila Madalena é um bairro de São Paulo que há muitos anos é invadida, nas noites dos fins de semana, por hordas de jovens de todas as partes da cidade, atraídos por barzinhos e restaurantes baratos. Começou como um problema de trânsito, transformou-se numa questão de barulho noturno — e, sob o prefeito Fernando Haddad, virou literalmente a selva.

Durante a Copa do Mundo, a Vila Madalena foi tomada por traficantes e arruaceiros. Neste Carnaval, eles voltaram em número ainda maior. De acordo com uma reportagem do G1, os traficantes agora vendem cocaína, LSD, lança-perfume e maconha sem qualquer constrangimento em ruas do bairro. Muitos gritam que as drogas são da “biqueira do Marcola” — nome do chefão da organização criminosa PCC. Venda livre, consumo idem.

No embalo das drogas e do álcool, turmas promovem “pancadões”, quebrando vitrines de lojas e o que estiver pela frente. Calçadas e canteiros são utilizados como banheiros públicos. A moçada também faz sexo no meio da rua, em casais e trios bastante elétricos.

Aos moradores, resta trancar-se em casa e torcer para que elas não sejam invadidas pelos vândalos.

De governos geralmente ruins, não importa o partido, passamos à barbárie. A Vila Madalena é a Vila Haddad. A Vila Haddad é a Vila PT. A Vila PT é o Brasil. A bacanal promovida pelos petistas no governo federal, em governos estaduais e municipais está espelhada nas ruas de um bairro de São Paulo.

“Os Efeitos do Mau Governo”, de Lorenzetti

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200