Acusado de assalto em Criciúma é do PCC e participou de tentativa de fuga de Marcola

Acusado de assalto em Criciúma é do PCC e participou de tentativa de fuga de Marcola
Foto: Reprodução/redes sociais

Um dos presos pela Polícia Civil por assalto a uma agência bancária em Criciúma (SC) pertence ao PCC e teria participado da tentativa de fuga de Marcola, o chefe da facção criminosa, informa o G1.

Embora a polícia não tenha informado o nome do suspeito, o site apurou que se trata de Márcio Geraldo Alves Ferreira, conhecido como Buda.

Na última segunda (30), cerca de 30 pessoas encapuzadas assaltaram a agência do Banco do Brasil no centro da cidade catarinense, numa ação que durou uma hora e 45 minutos.

Pessoas foram feitas reféns e cercadas por criminosos, e houve bloqueios e barreiras para conter a chegada da polícia. Os assaltantes fugiram, e parte do dinheiro ficou espalhada pelas ruas.

Ao todo, nove pessoas já foram presas pelo assalto em Criciúma.

Leia mais: Confira um resumo das principais matérias da edição passada e entenda por que você não pode ficar de fora das próximas.
Mais notícias
TOPO