Acusados de matar Marielle e Anderson viram réus

Telegram

O juiz Gustavo Kalil, do 4º Tribunal do Júri do Rio, aceitou a denúncia contra o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, 46, e o sargento reformado Ronnie Lessa, 48.

Lessa e Queiroz estão presos, acusados de assassinar Marielle Franco e Anderson Gomes em março do ano passado. A decisão, de ontem, foi divulgada hoje.

Com a aceitação da denúncia, os dois acusados viram réus. Eles vão responder por duplo homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, emboscada e recurso que dificultou a defesa da vítima) e tentativa de homicídio contra a assessora Fernanda Chaves.

Comentários

  • Annibal -

    Incrível, a Globo consegue imagens desses dois em tudo que é canto ao longo dos anos(praia, banco, etc), mas, não tem nenhuma imagem do Adélio em nenhum lugar por onde passou na vida ...

  • Djalma -

    Estão doidinhos para arrumar um culpado; as provas são fracas e eles não confessaram. Estranho essa correria toda depois de um ano batendo cabeça.

  • RobertoSilvaRJ -

    Esse é um caso típico de crime eleitoral. Mataram-na para evitar que se candidatasse como Deputada Federal na eleição de 2018. O STF está certo.

Ler 33 comentários