AGU recorre de decisão que suspendeu bloqueio em universidades

Como antecipamos, a AGU recorreu hoje ao TRF-1 para tentar reverter decisão da Justiça Federal da Bahia que suspendeu o contingenciamento de verbas de universidades federais.

O UOL registra que na sexta (7), a juíza Renata Almeida de Moura, da 7ª Vara Federal de Salvador, atendeu a pedido feito em oito ações populares contra o contingenciamento, anunciado pelo governo federal no fim de abril.

Segundo o governo, foram bloqueados cerca de 30% das verbas discricionárias (não obrigatórias), o equivalente a 3,4% do orçamento total das universidades.

"As universidades públicas brasileiras gastam demais e educam de menos." LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. RRoberto Gomes disse:

    Olha aí PANACAS da Imprensa Globo um lixo. Ministro quando falava que 30 era 3. E a imprensa maquiavélica desinfirmou. LIXO

Ler comentários
  1. LLucia Maria Kretzmann disse:

    Bando de hipócritas inconsequentes! O país está quebrado, ao invés de cooperarem diminuindo gastos, racionalizando orçamentos, vem a público exigir mais e mais. Aguardem as consequências dessa atitude

  2. Simas disse:

    AGU é braço direito do desgoverno na educação!

  3. Annibal disse:

    ..não foi essa mesma juíza baiana quem censurou o Whatsapp no Brasil todo não faz muito tempo??

  4. Elaine disse:

    O projeto de Lei de Oriovisto para que o STF não tenha decisões Monocráticas no Executivo e Legislativo deveria prever que somente o STF poderá impugnar decisões do Executivo Federal

  5. Fred disse:

    Fácil de resolver, manda a fatura do contingenciamento pra casa da juíza.

  6. Márcia disse:

    Esses petistas querem é espaço na imprensa e a extrema imprensa adora dar espaço para eles. Tudo insano!