“Bomba” de corinthiano era tinta guache

Ontem, O Antagonista repercutiu aqui informação noticiada pela imprensa de que um torcedor do Corinthians havia sido detido com bombas caseiras ao tentar entrar no estádio de São Januário. A informação havia sido passada oficialmente pela Polícia Militar.

Hoje, a mesma PM informa que os explosivos eram apenas tinta guache.

Eis o que diz o major Silvio Luiz, comandante do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios: “Fui informado que era realmente tinta guache. O problema é que não estava em embalagem convencional. Estava em uma coisa camuflada e um pavio na ponta, então a gente tinha de deter na hora. O procedimento foi todo normal então aguardamos a policia. Depois liberamos ele”.

O mesmo major relata incidentes dentro do estádio: “Tudo dentro da normalidade. Um corintiano ou outro tentando saquear o bar que vende cerveja, mas tudo controlado.”

Imagina nas Olimpíadas.