Bombeiros liberam carnaval no Rio, mas decisão será da Justiça

Após realizar vistoria na manhã de hoje, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro disse não haver impedimento para que os desfiles das escolas de samba ocorram no sambódromo.

A liberação oficial, porém, só será anunciada após decisão da Justiça.

Veja a nota dos bombeiros:

“O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) informa que, por determinação judicial e como já previsto no cronograma de grandes eventos da corporação, realizou, na manhã desta sexta-feira (01), vistoria prévia no Sambódromo com fins de subsidiar a decisão sobre a concessão de uma autorização especial.

A corporação esclarece, ainda, que entregará o laudo técnico às autoridades do Judiciário, adiantando que, no momento, não se opõe à realização do evento. No entanto, há pendência de documentação por parte do responsável legal da Sapucaí, como Anotações de Responsabilidade Técnica de instalações elétricas e estrutura (que são pareces de Engenharia e Arquitetura), por exemplo. O CBMERJ reforça que atua conforme legislação vigente. Em março de 2018, a corporação notificou a Riotur para legalização do espaço no que diz respeito à segurança contra incêndio e pânico.

Durante os dias de desfiles, o Corpo de Bombeiros estará presente no local com cerca de 200 militares, além de viaturas de atendimento pré-hospitalar e de combate a incêndio, como parte da tradicional Operação Carnaval da instituição para reforçar a segurança no local.”

O Congresso mostra seus dentes: o governo Bolsonaro vai levar a mordida? SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Nina disse:

    Se as instalações estivessem OK, não seria necessário um contingente tão grande de efetivo para cuidar do evento.

Ler comentários
  1. Fernando disse:

    Quer dizer que falta documentação importante, sem a qual qualquer bar ou teatro seria interditado, mas, tudo bem!?

  2. Chris disse:

    Ninguém quer se responsabilizar por uma possível tragedia. Como o Brasil é o país do puxadinho e o Rio o mais puxadinho de todos, vão arrumar uma forma de liberar e nada será feito para 2020.

  3. Angelo disse:

    Assim os bombeiros abrem as pernas para o juiz. Não se assumem como as únicas autoridades competentes par decidir o assunto. Só mostram que podiam ter feito o trabalho rapidamente. Deveriam bater o

  4. RUY disse:

    Liberação oficial, pela justiça, só depois do carnaval.

  5. Martins disse:

    Rolou uma graninha e a festa tribal na Grande Favela Maravilhosa a beira mar está liberada.

  6. Thomaz disse:

    Isso é golpe da prefeitura para se isentar se der algo de errado, depois da ciclovia, da falha da fiscalizaçao do CT¨do Flamengo, o Crivella quer tirar o corpo fora, coisa de incompetente...

    1. Mas é dever da prefeitura, bombeiros, CREA e demais autoridades competentes aplicar o que a lei determina! Vide últimas tragédia: descobre-se negligências, omissões, corrupção, incompetência!

  7. Fla disse:

    Tiveram o mes de janeiro e fevereiro para fazer isso, porque encrencaram às vésperas do carnaval? Não douna mínima para o carnaval, mas fiquei curiosa...

  8. tor disse:

    Apos algum incidente a Prefeitura vai alegar que o Sambrodomo nao tem alvara .

  9. Noely disse:

    E deois na quarte feira não tem como cobrir os cheques borrachudos. Depois vem o choro.

  10. claudio disse:

    vai ter desastre. vao morrer muitos bêbados e foliões. mas a vida continua, e o carioca não liga mais para sangue ou cadáver exposto a luz do dia, ou na noite boêmia.

  11. ANDRE disse:

    Faltando documento e funcionando, so no braZil.