Cade julga cartel de estacionamentos em SP

O Cade deve julgar amanhã um processo em que cinco empresas são acusadas de combinar preços nos estacionamentos de São Paulo, informa Lauro Jardim.

Segundo com as investigações, as empresas Garage Inn, Multipark, Netpark, Rod e Zig Park combinavam preços e vencedores de concorrências privadas por meio de mensagens de texto, e-mails e ligações telefônicas.

O MP junto ao Cade já recomendou a condenação das acusadas.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. John Maynard Keynes disse:

    O CADE também podia investigar uma outra máfia cartelizadora conhecida como Estado...

Ler comentários
  1. Contador disse:

    Se não me engano, essa ROD é de um apresentador de noticiário da rede Gazeta!!

  2. Alex disse:

    Propriedade privada é uma coisa, monopólio, trust, são outras coisas. Até nos EUA isso é crime. É anticapitalista e socialista controle de mercado desta forma. E exatamente como a Venezuela faz...

  3. Razão disse:

    Brasileiro precisa aprender o significado do termo propriedade PRIVADA. Alguém obriga o sujeito a utilizar este ou aquele estacionamento??

  4. Thaisa disse:

    É fácil resolver: Ao invés de ficarem revoltados, simplesmente passem a utilizar os estacionamentos da Estapar que, por sinal, presta um serviço de melhor qualidade que esses caras aí.

  5. Ex-microempresário disse:

    É só o prefeito estatizar os estacionamentos, subir o preço e piorar o atendimento, aí o povo fica feliz. O brasileiro não se importa de ser pobre, ele não suporta é ver os outros terem mais que ele. Herança dos tempos da inquisição na península ibérica.

  6. Paulistano disse:

    Somos roubados por estas quadrilhas nos estacionamentos de hospitais, aeroportos, faculdades, bares, restaurantes e lembrando que um dos maiores achaques de que somos vítima é na avenida Paulista. E aí Receita Federal, está mais do que na hora de investigar os bilionários proprietários destes antros de lavagem de dinheiro disfarçado de estacionamentos. Bruno Covas, o Doria foi para cima da cambada por sonegação de ISS e você já acordou para prefeitar?

  7. Parmenides disse:

    Ué, mas as empresas privadas não são todas idôneas? Essa noticia deve estar errada, não é possível...

  8. Pasmo disse:

    O CADE deveria investigar também outros cartéis. Como por exemplo o dos postos de gasolina em Porto Alegre. Cidade que está a menos de 40 km de uma das maiores refinarias do país e tem seus preços padronizados na maioria dos postos em absurdos R$ 4,49 por litro.

  9. Vivandeira Alvoroçada disse:

    Ah, o Cade está preocupado com cartéis? O que nessa terra não tem carteis? Por que não aproveitam para fiscalizar os bancos, já que todos cobram as mesmas taxas exorbitantes e não há concorrência? Cadê o cade?

  10. Lóki disse:

    E aqui no Rio?? Fui visitar o Aquario no fim de semana, fiquei cerca de 50 minutos por lá e me cobraram R$ 38,00 de estacionamento!!!!! Me senti roubado.