Carnaval do Rio sem tropas federais

As Forças Armadas não enviarão tropas ao Rio durante o carnaval, ao contrário do que queria o prefeito Marcelo Crivella.

Raul Jungmann, ministro da Defesa, comentou o pedido:

“Imaginem vocês, se viéssemos, por acaso, a atender uma solicitação do Rio de Janeiro, como ficaria a nossa posição diante de outras capitais, a exemplo de Salvador, Recife, Olinda, Fortaleza, Natal, que também têm grandes carnavais, e evidentemente todos os prefeitos se preocupam com a sua comunidade.”

Jungmann, pernambucano, ainda ironizou, dizendo que correria o risco de ouvir de seus conterrâneos que “quem não gosta de frevo bom ministro não é”.

Leia também:

‘Quem não gosta de samba bom prefeito não é’

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 5 comentários
  1. Quer segurança no Rio pra fornicação coletiva carnavalesca de fevereiro, prefeito Crivella?
    A prefeitura poderia contratar mercenários.. são grupos bem treinados, bem armados e costumam dar conta da missão.