ACESSE

"Com religião se brinca sim", diz integrante do Porta dos Fundos

Telegram

O Globo publicou um artigo de Fabio Porchat. Um dos integrantes do grupo Porta dos Fundos diz que “com religião se brinca sim”.

“Sinto lhe informar, mas com religião se brinca sim. Com qualquer uma. Se brinca com religião, com futebol, com política, com a minha mãe, com o Detran, com o que você quiser. Isso não sou eu que estou dizendo, é a Constituição brasileira.”

Porchat conclui seu artigo assim: “Viva o humor! Viva a liberdade de expressão! Viva a tolerância! E, por que não, viva Jesus!”

Recentemente, o grupo provocou protestos em razão de seu especial de Natal na Netflix. No último dia 24, a produtora responsável pela criação dos programas foi alvo de um ataque.

No início do mês, a CNBB divulgou uma nota em que, outras coisas, afirmou que “ridicularizar a crença de um grupo, seja ele qual for, além de constituir ilícito previsto na legislação penal, significa desrespeitar todas as pessoas, ferindo a busca por uma sociedade efetivamente democrática, que valoriza todos os seus cidadãos”. A nota da conferência dos bispos dizia, ainda, que “um dia, haveremos de prestar contas de todos os nossos atos”.

2020 SERÁ MELHOR DO QUE 2019? Leia aqui

Comentários

  • Ronaldo -

    Existem limites impostos pela lei e pelo bom senso. Geralmente estes limites são ultrapassados por aqueles que estão a procura de visibilidade. Os extremistas, os esquecidos, geralmente apelam...

  • Maria -

    PORCHAT, você é um pobre coitado, um infeliz, um sem noção, sem senso de criatividade, que para aparecer tem que mexer com o que é mais sagrado para a humanidade: nossas CRENÇAS! VOCÊ É UMA AMEBA!!

  • Marcio -

    Eu sou espírita, mas como acredito em Deus respeito todas as religiões e infelizmente vcs atropelaram o senso do rediculo. Vcs estão igual ao tal do blog do Esmael, que coloca só fake news.

Ler 429 comentários