ACESSE

Covid-19: em SP, um a cada cinco mortos tem menos de 60 anos

Telegram

Balanço do governo paulista sobre as mortes provocadas pela Covid-19 mostram que, embora a maior parte dos casos seja de idosos, um a cada cinco mortos tem menos de 60 anos.

Das 1.037 mortes confirmadas no estado até esta segunda-feira (20), 226 foram de pessoas até 59 anos, o equivalente a 22% dos casos.

Quase todos estavam no grupo de risco não só por serem idosos, mas também por terem alguma comorbidade. Cardiopatia é a mais comum (62% do total de mortos em SP), seguida de diabetes (43% dos casos).

Embora a maioria dos mais jovens se recupere, a faixa etária com mais infecções confirmadas pelo novo coronavírus está entre os 30 e os 39 anos –e esses infectados podem disseminar a doença.

 

Leia também: PANDEMIA: ESTE HOMEM NÃO PODE FALHAR

Comentários

  • Paulo -

    E sobre os que se recuperaram?

  • Maria -

    Os números de Doria não são confiáveis!

  • ALAN -

    Só um terço desses 20% não tinham nenhum problema de saúde conhecido, ou seja, faziam parte do grupo de risco. De outro modo só 6% das mortes no geral. Eu também sei mentir com estatísticas se quiser

Ler 52 comentários