Declaração do papa sobre os prazeres da vida provoca enorme repercussão

Declaração do papa sobre os prazeres da vida provoca enorme repercussão

A imprensa do mundo todo está dando destaque a uma declaração do papa Francisco sobre o prazer sexual.

Em entrevista ao escritor e gourmet italiano Carlo Petrini, o pontífice disse:

“A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais. (…) O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino.”

E mais:

“O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie.”

Apesar da imensa repercussão, o que o papa disse não traz novidade alguma ao que já é explícito em diversos documentos da Igreja.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 57 comentários
TOPO