Deputado propõe prisão para quem faz vídeos dentro da sala de cinema

O deputado Felipe Francischini, do PSL, apresentou um projeto de lei para criminalizar filmagens dentro de salas de cinema para depois distribuir o vídeo.

“Esse tipo de ato ilícito é o início de toda uma rede de comércio ilegal e criminoso”, alega o deputado, que preside a CCJ.

Pela proposta, estaria sujeito à prisão quem, do interior de salas de cinema, transmitir, distribuir, reproduzir ou comunicar ao público, por qualquer meio, a cópia integral ou parcial de filme protegido.

Exclusivo: mais suspeitas sobre a relação entre um ministro do TST e seu filho advogado, ja investigado por tráfico de influência. SAIBA MAIS

Antes de seguir para o plenário, o projeto será analisado pelas comissões de Cultura, de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Comentários

  • Juliano -

    Sim, porque não tem nada mais sério pra se fazer no Brasil...

  • Eduardo -

    Deputado pergunte ao seu neto ou ao seu filho o que torrent e pare de passar vergonha .

  • Radamanto -

    Realmente esse é um problema gravíssimo que tem destruído o avanço do país. Pra que se reocupar com segurança, saúde ou educação ? Ou a reforma da previdência ?

Ler 27 comentários