Deputados apresentam moção de repúdio ao aborto

Integrantes das frentes parlamentares católica e evangélica resolveram se mexer. Há pouco, eles apresentaram um documento de repúdio à ação do PSOL que pede a liberação do aborto até a 12ª semana de gestação – o Congresso e Michel Temer terão de se posicionar sobre a matéria.

Deputados estão certos de que o PSOL recorreu ao STF porque sabe que, no Legislativo, o aborto não passa.

Faça o primeiro comentário