Diretor de cadeia acusado de cobrar favores sexuais

José Antônio Rodrigues Filho, diretor de um presídio de Araçatuba (SP), foi preso hoje sob a acusação de trocar vagas na unidade, considerada modelo, por favores sexuais, conta o Estadão.

De acordo com a acusação, Rodrigues facilitava a inclusão de detentos no Centro de Ressocialização, prisão de regime mais brando, em troca de sexo com uma advogada de Mirassol e com mulheres das famílias dos presos.

Além da advogada, também detida, participava do esquema um agente penitenciário, acusado de receber propina dos detentos e de tráfico.

Comentários

  • victor -

    Suruba.

  • Glaucia -

    Que país é esse?

  • Nathan -

    Sei lá, que tara é essa! Os vermelhos são doentes, mas este tipo de negócio não é capitalismo, tenho certeza!

Ler 47 comentários