Embaixador morto: mulher prometeu R$ 80 mil ao PM

A mulher do embaixador grego assassinado no Rio de Janeiro, segundo os investigadores, prometeu 80 mil reais ao seu amante, um policial militar

O valor seria pago 30 dias após o fato, “se não desse problema”, disse o delegado Evaristo Pontes Magalhães.

“Mas aí a casa caiu para eles.”

O corpo do diplomata está “completamente carbonizado” e, por isso, não é possível saber — ao menos, por enquanto — a causa da morte.

Faça o primeiro comentário