Embaixador morto: a confissão do PM

O soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro Sérgio Gomes Moreira Filho, de 29 anos, confessou ter matado o embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis. Segundo os investigadores do caso, ele era amante da mulher do diplomata.

Gomes Filho está na corporação desde abril de 2012 e trabalhava na UPP dos morros do Fallet e Fogueteiro, em Santa Teresa.

A Folha diz que o PM “será submetido a processo administrativo disciplinar e um conselho de revisão disciplinar decidirá por sua permanência ou exclusão da instituição”.

Faça o primeiro comentário