ACESSE

Estudante picado por cobra é preso no DF por suspeita de tráfico de animais

Telegram

O estudante de veterinária Pedro Henrique Krambeck, de 22 anos, foi preso nesta quarta-feira por suspeita de crime ambiental. Ele faria parte de um esquema de tráfico de animais.

No início do mês, ele foi picado por uma cobra naja que criava dentro de casa sem autorização. No dia seguinte, o Ibama deflagrou uma operação de fiscalização de cobras silvestres mantidas em ambientes domésticos no Distrito Federal.

A prisão do estudante é temporária — ou seja, tem validade de cinco dias e pode ser prorrogada por mais cinco.

Na semana passada, um amigo de Pedro, Gabriel Ribeiro de Moura, de 24 anos, também foi preso por suposta tentativa de ocultar provas de crimes.

Após ser picado pela cobra, Pedro ficou uma semana internado na UTI.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo

Comentários

  • Cris -

    Brasília é uma sociedade doente.

  • mojave -

    Enquanto isso os ladravazes da Naçao continuam soltos....

  • Agnóstico -

    Menino bom, hein!

Ler 13 comentários