Ex-marido preso em flagrante por matar juíza tem prisão convertida em preventiva

Ex-marido preso em flagrante por matar juíza tem prisão convertida em preventiva
Foto: Arquivo pessoal

O ex-marido da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, preso em flagrante por feminicídio após matá-la a facadas na véspera do Natal, teve a prisão temporária convertida em preventiva nesta sexta-feira (25).

A decisão foi da juíza Monique Brandão, durante a audiência de custódia de Paulo José Arronenzi. O engenheiro de 52 anos não quis falar na delegacia e disse que só vai se manifestar em juízo.

Viviane, que tinha 45 anos, foi assassinada na frente das filhas. O ex-marido não tentou fugir depois do crime e permaneceu próximo ao corpo da juíza até a chegada da polícia.

Leia mais: Epidemiologista afirma que, numa previsão otimista, a imunidade global só será atingida em meados de 2023.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO