Exclusivo: Mobília, celulares e ambulâncias da Rio 2016 podem ir para o lixo

O Comitê dos Jogos Olímpicos de 2016 está com uma batata quentíssima na mão. Os quase 30 milhões de itens adquiridos para equipar a Vila Olímpica, como 22 mil camas e 10 mil televisores, não podem ser doados por causa de restrições legais impostas pela Receita Federal.

Além do mobiliário, há centenas de computadores, ambulâncias e 20 mil smartphones Samsung que foram entregues aos atletas como parte do pacote de merchandising.

O Antagonista descobriu que o Comitê não tem mais dinheiro para bancar a armazenagem desse material em depósitos no Rio, ao custo mensal de R$ 2,5 milhões.

Se o imbróglio não for resolvido, o destino desses itens será o lixo.

Mais um recorde para o Brasil.