Filho adotivo diz que Flordelis foi "mentora intelectual" de assassinato

Em depoimento a policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo ao qual o Extra teve acesso, Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael, um dos filhos adotivos de Flordelis e Anderson do Carmo, disse que a mãe foi “mentora intelectual” da morte do pastor.

O relato de Misael foi feito em 18 de junho, dois dias após o assassinato de Anderson.

Segundo o jornal, outros três filhos adotivos de Flordelis — Luan Santos, Kelly Cristina dos Santos e Roberta Santos — também comprometeram a mãe em seus depoimentos.

Misael também teria dito à polícia que Flordelis suspeitava que Anderson estivesse “dando a volta nela com relação a dinheiro”.

Em nota, a deputada negou as acusações feitas pelo filho adotivo — classificadas por ela como “mentira”.

Comentários

  • Roberto -

    Imagino aqui se a nobre deputada que tivesse morrido a mando do pastor...

Ler 2 comentários