Governo de SP revoga serviço com dados sigilosos de RG

O governo paulista suspendeu hoje a venda do serviço de certificação que utilizava dados sigilosos de cerca de 30 milhões de habitantes do estado, informa a Folha.

O recuo, ordenado por Márcio França, ocorre um dia depois de o jornal paulistano revelar a venda do serviço que utilizava o banco de dados do RG, ação criticada pela OAB e por outras entidades.

A venda do serviço era destinada a empresas interessadas em confirmar a identidade de clientes, que poderiam confirmar se a impressão digital de alguém constava do banco de dados da polícia paulista.

Em nota à Folha, a gestão França alegou que a autorização do projeto foi dada durante o governo do seu antecessor, Geraldo Alckmin.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Agora que provavelmente as empresas copiaram todo o arquivo sobre as graças dos canalhas do partido comunista PSDB e seu ladrão mor Alckimin, o governo atual deveria providenciar a trocar de todos os números de RGs, de novas cédulas e novas coletas de impressões digitais.

Ler mais 13 comentários
  1. Agora que provavelmente as empresas copiaram todo o arquivo sobre as graças dos canalhas do partido comunista PSDB e seu ladrão mor Alckimin, o governo atual deveria providenciar a trocar de todos os números de RGs, de novas cédulas e novas coletas de impressões digitais.

  2. Além da compra do pacote , as empresas interessadas têm antes que homologar os leitores de digitais e um software especifico. Também precisam de um deposito de garantia de 2 milhões.

  3. IRIAM FAZER MUITA GRANA :
    ( …) A IMPRENSA OFICIAL ANUNCIOU A VENDA DE PACOTE POR 23 MIL QUE DÁ DIREITO A 50 MIL CONSULTAS. Acima disso, a empresa paga pelas checagens extras , quanto maior a quantidade , mais barata fica cada unidade consultada.
    Além da compra do pacote , as empresas interessadas

  4. em 1984 comecei a receber malas diretas com a grafia do meu nome incorreta. quem foi? a receita federal! era no único lugar q constava meu sobrenome errado. simples assim.

  5. Para que o maior interessado é o diretor da IMPRENSA OFICIAL , Eduardo Yoshio Yokoyama < SEGUNDO A FOLHA.
    Colocaram até a FEBRABAN no imbróglio mas não colou, foram desmentidos .

  6. Nesse momento em que toda a Europa e os Estados Unidos reforçamas regras de sigilo sobre as informações pessoais dos indivíduos, vem o Poder Público, OFERTAR À VENDA informações que não lhe pertencem. É inacreditável ver o Estado propondo uma sandice dessas. É uma vergonha.

  7. Márcio Oportunista Socialista França, ou Márcio Cuba e tão vagabundo, parece os amigos do Lula, a culpa nunca é deles, a culpa é sempre da defunta Marisa, Kkkk!!!
    Toma vergonha Márcio França, São Vicente vai demorar décadas para sanarem o desgoverno que vc deixou por lá.
    Pede pra sair Márcio Cuba

  8. O PSB é um partido membro ativo do FORO de SÃO PAULO!
    Em menos de 2 meses, esse Márcio Cuba já tentou acabar com a Polícia Civil, aumentou ICMS sobre a gasolina, aprovou o TREM da ALEGRIA do funcionalismo público, agora tentou vender dados sigilosos da população…