Homem que foi preso com 117 fuzis já está nas ruas

Alexandre Motta de Souza, preso em março depois que a Divisão de Homicídios encontrou 117 fuzis incompletos em sua casa, deixou o presídio em Complexo de Gericinó, informa O Globo.

Ele foi preso no mesmo dia em que a DH realizou operação para prender ex-PM Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes.

A Justiça concluiu que Alexandre não era dono do armamento encontrado em sua casa.

Comentários

  • JOEL -

    As "provas" contra os supostos assassinos da vereadora do PSol tbm sao extremamente frageis. Ate aluno de Direito consegue HC. Obs.: Falta de acentos por digitar de smart TV.

  • cesar -

    No título colocam 117 fuzis , na realidade eram peças para montar fuzil , se não está montado e faltando o principal que é o cano não pode ser considerado fuzil...

  • José -

    Isso só pode ser piada de mau gosto!!

Ler 75 comentários