Índios fazem reféns, roubam porcos e ateiam fogo em fazenda

Telegram

Índios da etnia Guarani Kaiowá invadiram uma fazenda em Caarapó, no Mato Grosso do Sul, e atearam fogo na propriedade, noticia o G1.

O grupo com cerca de 50 indígenas cercou a sede nesse domingo e, durante a confusão, roubou vários porcos. Testemunhas disseram que os índios ainda atiraram para assustar os funcionários.

O capataz da fazenda afirmou à reportagem:

“Eles ameaçaram muito. Chegaram, rodearam a casa e queriam entrar de todo jeito. Escutamos tiros, deu muito medo.”

A polícia foi ao local e conseguiu prender… um índio.

Comentários

  • Acir -

    Não é possivel conviver com esse tipo de gente.Os fazendeiros devem agir urgente.Cerquem a aldeia e exijam que os meliantes se entreguem a policia. Ou esperem acabar esse ano, 2019 muda tudo.

  • João -

    Os índios foram lá para TRABALHAR ou para ROUBAR . O BOLSONARO falou que os índios não trabalham ( o que é uma verdade histórica ) e está sendo processado por racismo . E então Dª Raquel Dodge ???

  • Benito -

    Há 400 anos nos EUA os fazendeiros ou a cavalaria 'largavam' fogo nesses facínoras e acabaram por confiná-los nas reservas, para segurança do povo que construía a grandiosa Nação. Brasil do atraso.

Ler 47 comentários