ACESSE

Justiça suspende show gospel em Réveillon do Rio

Telegram

O TJ-RJ ordenou hoje a suspensão do show da cantora gospel Anayle Sullivan na festa de Réveillon de Copacabana, promovida pela prefeitura do Rio, diz o G1.

A decisão atende a pedido da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea), que alegou violação aos princípios de laicidade do Estado e da liberdade religiosa.

A juíza Ana Cecília Gomes de Almeida determinou também que, caso a decisão seja descumprida, a prefeitura deve pagar uma multa de R$ 300 mil.

Anayle é mulher do compositor Michael Sullivan, parceiro musical do prefeito Marcelo Crivella.

OS NEGÓCIOS FENOMENAIS DE LULINHA. Leia aqui

Comentários

  • Lucia -

    Como todo carioca pago o IPTU mais alto do país para ter a praia infestada de micróbios, inundada de lixo, intoxicada de fumaça e anestesiada de música de quinta categoria! Isso é réveillon bacana??

  • Monica -

    Ué? O carnaval não é pago por todos os contribuintes, os que gostam e os que não suportam? Nunca ninguém reclamou

  • CARLOS -

    Discriminação religiosa.

Ler 66 comentários