Luma lá no Ceará

Um grupo de alunos da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, no Ceará, está fazendo campanha, intitulada “Luma Lá”, para que a professora Luma Andrade seja nomeada pelo ministro da Educação, Cid Gomes, reitora da instituição. Luma Andrade é travesti. Luma Andrade é o primeiro travesti a fazer doutorado no Brasil. Luma Andrade defendeu uma tese em educação na Universidade Federal do Ceará sobre a situação dos travestis nas escolas. O Antagonista acredita, portanto, que Luma Andrade excede em atributos para ser reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.
O Antagonista só não entendeu o seguinte parágrafo da notícia do UOL: “Nilma Gomes foi a primeira negra a se tornar reitora de uma universidade brasileira. Caso seja escolhida, Luma será o primeiro travesti reitor do país.”