Mais alternativas para o luxo da Beija-Flor

O Antagonista pergunta ao carnavalesco Fran Sergio: as construtoras brasileiras que atuam na Guiné Equatorial e ajudaram a patrocinar o desfile da Beija-Flor receberam financiamento do BNDES para fazer obras no país africano miserável comandado por um ditador sanguinário e extravagante?

Se a resposta for positiva, O Antagonista vai ainda mais adiante na resposta do post anterior e aposta nas alternativas “b”, “n”, “d”, “e”, “s”.

Faça o primeiro comentário