Morre padre italiano que cedeu respirador para paciente mais novo

Em Bergamo, no norte da Itália, morreu hoje um padre católico de 72 anos que se recusou a usar um respirador, cedendo o equipamento a um paciente mais novo.

Os integrantes da igreja liderada por Giuseppe Berardelli, em Casnigo, tinham comprado o respirador para ele. Quando souberam da morte do religioso, aplaudiram das janelas de suas casas.

O sacerdote foi enterrado sem velório.

Leia também: Mario Sabino: 'O efeito estranho do coronavírus.'

Ao menos 50 padres morreram de Covid-19 na Itália, país mais afetado pela epidemia.

Comentários

  • Eduardo -

    Sacrifício heróico. Abnegação de quem sabe que nada receberá em troca.

  • Luciano -

    Deus o abençoe.

  • Ana -

    Gesto lindo! Espero que o paciente que recebeu o respirador se restabeleça.

Ler 22 comentários