Morre terceiro militar baleado em operação na zona norte do Rio

Morreu o soldado Marcus Vinícius Viana Ribeiro. Ele havia sido baleado em megaoperação na zona norte do Rio de Janeiro no início da semana e estava internado desde então.

É a terceira morte de militar durante a intervenção federal na segurança pública do estado — os três morreram em decorrência dos conflitos na ação de segunda-feira.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 37 comentários
  1. O que falta é toda a PM, a Civl, e o CBMRJ, se unirem invadir a Alerj e a Rede Globo, enfiar a porrada em todo mundo e avisar que quem atrapalhar vai morrer na porrada junto com a família.

  2. Porque a morte de 3 militares não provoca a mínima revolta da Globo, que conta cada minuto que passa sem a solução do caso mariele?Todos sabemos a resposta mas não estamos nem aí pra isso!

  3. Hoje ouvi mais uma pérola no rádio, um cidadão de uma grande emissora de Rádio disse:”O Exército previsa fazer o cerco e aniquilamento”.Aí eu pergunto, a quanto tempo o Jair Bolsonaro fala isso?

  4. “Não há pelotões fracos, apenas líderes fracos”. (Wilbur Creech, general americano, 1927/2003). “Só os mortos conhecem o fim da guerra”. (Douglas MacArthur, general americano, 1880/1964)

  5. Está pra lá de claro ( infelizmente/definitivamente ) o tal de ESTADO não detém o controle do seu próprio Território ; um bando de armados estão tomando contaaaaaa faz tempo !!! Precisamos inverter !!

  6. Todos esses problemas tem uma origem: STF. Ali a Constituição não existe. Existe só a defesa do Estado partidário. E na base é cada um por si e Deus salve quem gritar mais alto. É o caos e morte.

  7. retirem nosso jovens soldados de la. Deixem que quem criou o caos que resolva, os Direitos dos manos da ONU e a bandidaiada do poder. Esse caos foi planejado. Deixe os bandidos se matarem.

  8. E a conta vai aumentar. O objetivo correto seria entrar, localizar e eliminar. Mas preferem ficar passando a mão na cabeça de bandido, igual ao Alckmin aqui em SP. Só BOLSONARO salva o Brasil. Vote 17

  9. Em países civilizados, a morte de policiais e de militares por obra da bandidagem é inaceitável. Aqui … é questão para uma estatística bunda. MATEM MAIS e recolham os fusís AK47 e AR15 para uso próp

  10. Como explicar as FA se prestarem atender um presidente atolado em corrupção. O erro começa aqui, as FA não tem papel de polícia, são treinados pra matar inimigos. Mas tem quem se divirta. 🏆

  11. O exército perdendo soldados pra um bando de bandidos de sandálias de dedo. Isso acontece porque as FA estão ACOVARDADAS. Sua obrigação é o art. 142 da constituição. Mas o Gal do Temer acha divertido.

  12. Para se esquivar da responsabilidade ficam chamado o pobre soldado de herói. Herói coisa nenhuma, vítima de bandidos e de um Estado irresponsável e falido. Quem mandou ele pra lá, está no gabinete.

  13. É…problema que tem bastante recruta ali junto. Deveria ser de Paraquedista pra cima. Por sinal, o Bolsonaro foi no enterro do que era paraquedista porque ele também foi paraquedista no exército

  14. Toda a dor da família para NADA. Apenas satisfazer caprichos eleitorecos de alguns e fazer as FFAA de palhaças, desmoralizando-as perante a opinião pública que ainda as solicita p/ por ordem no país.

  15. A família deveria processar o Estado por homicídio qualificado. Mandar um jovem sem treinamento adequado, enfrentar bandidos tarimbados em confrontos. Atirar não é só acionar o gatilho.

  16. Não se trata de “conflitos” e sim de guerra e, o exército de Caxias deveria exterminar seus inimigos não efetuando prisões. Mas ficarão no blá,blá, blá e a bandidagem vai levando a melhor…

  17. Só no Brasil,com este judiciário aparelhado se permite a candidatura de um presidiário.Porque não liberaram o Marcola para ser candidato a presidente!Ou o Cunha?Ou o Fernandinho Beira Mar?

    1. Certamente você tem muito a ensinar ao E.B. né sabichão? Acho que você não aguenta meia hora de frio, fome, sede e mosquito na selva. Ia chorar pedindo a mamãezinha.