ACESSE

Najila indiciada

Telegram

Najila Trindade Mendes de Souza, que acusou Neymar de estupro e agressão, foi indiciada no inquérito concluído pela Polícia Civil de São Paulo.

A delegada Juliana Lopes Bussaco, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, decidiu indiciar a modelo por denunciação caluniosa e extorsão.

Estivens Alves, ex-marido de Najila, também foi indiciado, mas pelo crime de fraude processual. Segundo as investigações da polícia, ele divulgou conteúdo erótico de Najila a um jornalista em troca de uma publicação na internet.

Os inquéritos, que estão sob segredo de Justiça, foram encaminhados ao Tribunal de Justiça.

Como um crítico da Lava Jato que já fez festa para petistas conquistou a preferência de Bolsonaro? CONFIRA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 31 comentários