ACESSE

"Não é para a gente ver bares cheios, praias cheias"

Telegram

Comparado a Jair Bolsonaro, até Caetano Veloso consegue parecer sensato:

“As pessoas não entenderam claramente que é preciso tomar uma atitude de quarentena. Não é para a gente ver bares cheios, praias cheias. Se suspenderam as aulas, é para haver recolhimento. Os meus shows, eu adiei por causa disso.”

Leia também: O best-seller que destrói as mistificações da esquerda.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 202 comentários