ACESSE

O cunhado de Ana Hickmann cometeu "excesso de legítima defesa"

Telegram

Em maio de 2016, um “fã” invadiu o hotel onde estava hospedada Ana Hickmann, em Belo Horizonte, e atirou contra a assessora da apresentadora, Giovana Oliveira.

Gustavo Correa, marido de Giovana Oliveira e cunhado de Ana Hickmann, conseguiu dominar o “fã” e lhe deu três tiros na nuca.

Agora o promotor Francisco Santiago disse que vai pedir pena de 6 a 20 anos de prisão para Gustavo, por homicídio doloso. O promotor acha que foi “excesso de legítima defesa”.

O que dizer de um país em que as vítimas são as culpadas?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 274 comentários