Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O jogo de empurra do passaporte de Ronaldinho Gaúcho

O empresário Wilmondes Sousa Lira, acusado por Ronaldinho Gaúcho de ter entregado passaportes paraguaios falsos a ele e a seu irmão Assis, depôs hoje (6) à Justiça do Paraguai, registra a Folha.

Wilmondes, que está preso, alegou que a responsável pelos documentos adulterados é a empresária paraguaia Dalia López, responsável por levar Ronaldinho ao país vizinho para uma série de eventos.

Como publicamos, o ex-jogador e seu irmão pediram desculpas e se livraram de uma denúncia do Ministério Público paraguaio, que considerou que eles “foram enganados em sua boa-fé”.

Leia também:

Vídeo: Ronaldinho Gaúcho é embaixador de cassino de investigado da Lava Jato

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO