ACESSE

O Q é uma jornalista trans indígena?

Telegram

A Folha está promovendo um encontro de jornalismo para comemorar os 97 anos do jornal e o lançamento do seu novo Manual de Redação.
Um das convidadas é Meredith Talusan, editora transexual de uma publicação chamada “Them”, dedicada ao público LGBTQ (não sabemos exatamente o que é o Q).
Uma das reportagens da “Them”, relata a Folha, foi sobre “o Dia da Ação de Graças, feita por uma jornalista trans indígena — os indígenas americanos consideram que a data marca o genocídio dos povos indígenas nos EUA”.
Ficamos na dúvida se a jornalista trans indígena, autora da interessante reportagem, é uma branca ou negra ou oriental querendo se tornar indígena.
Seria o Q?

Comentários

  • ITAMAR -

    O público LGBT não vai sossegar enquanto não colocar todo o abecedário como sufixo do LGBT. Então poderemos ter no futuro o LGBTQYKLXWC@*%#. Acredite: esta será a definição de inferno que aguarda os heterossexuais que não participarão desta sopinha de letras. O "Q" pode ser "queer" ou "queue", que é a clássica "bichinha", que o comediante Costinha fazia referência, e que ficou menosprezada, ofuscada, pelo poder de "drag queens", "big shoes", anas carolinas e pabblos vittares.

  • V. -

    É o tal queer, com certeza!! Ou Queerquer coisa do gênero, transgênero, degênero....

  • Duke -

    Q = QUEERS

Ler 96 comentários