Papa reescreve o catecismo para condenar a pena de morte

O papa Francisco mudou o catecismo para condenar, sem exceções, a pena de morte.

Antes, o catecismo dizia:

“O ensinamento tradicional da Igreja não exclui, pressupondo apuração completa da identidade e da responsabilidade do culpado, o recurso à pena de morte, quando esta é a única maneira possível de defender eficazmente do agressor injusto a vida de seres humanos.”

Agora, diz o seguinte:

“Durante muito tempo, o recurso à pena de morte pela autoridade legítima, após um julgamento regular, foi considerado uma resposta adequada à gravidade de alguns crimes e um meio aceitável, ainda que extremo, de proteção do bem comum. Hoje, cresce a consciência de que a dignidade da pessoa não se perde mesmo depois de cometer crimes graves. Além disso, uma nova compreensão do sentido das sanções criminais da parte do Estado se difundiu. Por fim, forma desenvolvidos sistemas de detenção mais eficazes, que garantem a adequada defesas dos cidadãos, mas, ao mesmo tempo, não privam o agressor de forma definitiva da possibilidade de se redimir.”

A Igreja também agora promete empenhar-se para abolir pena de morte no mundo inteiro.

 

Comentários

  • João -

    Não consigo entender como os COMUNISTAS , inclusive este papa gostam tanto de assassinos , estupradores , assaltantes e pedófilos . Padres , bispos , etc... são os maiores pedófilos do mundo , acho que estão defendendo a canalhice deles mesmos !!!

  • PT -

    ICAR deveria era acabar com a idolatria de imagens, amuletismo de carregar medalhinhas e santinhos na carteira, voltar para a escritura e deixar de tantos esoterismo herdado do mitraismo e romanismo pagão,. para de inventar outros salvadores fora de Cristo.

  • PT -

    "Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela; porquanto ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz á toa a espada; porque é ministro de Deus, e vingador em ira contra aquele que pratica o mal. Rm 13

Ler 103 comentários