“A pessoa que deveria defender não o fez”

O G1 entrevistou Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella Nardoni, morta há uma década, em março de 2008, aos cinco anos, após ser jogada pelo pai e pela madrasta pela janela do apartamento do prédio onde moravam na Zona Norte de São Paulo.

Ambos foram presos.

“Pensar que já foi tanto sofrimento durante tantos anos. Hoje a gente procura pensar de uma forma mais suave, mas eu acho que o único sentimento que existe é a saudade. Que é o maior deles, e esse nunca passa.”

Ana Carolina falou da ajuda de família, amigos, terapia e marido, com quem teve o filho Miguel, hoje com 1 ano e 9 meses, para lidar com a dor.

“Minha vida já tá bem mais reconstruída, mais sólida, mais com minha família. Hoje eu tô muito bem.”

Ela disse que ser mãe, aos 32 anos, depois de tudo que aconteceu, “foi incrível, foi maravilhoso”.

“Porque quando eu tive a Isabella eu era bem nova. Eu engravidei com 17. E quando ela nasceu, eu tinha feito 18, 13 dias antes.”

E mais:

“Eu não consigo pensar como uma pessoa chega pra cometer um crime. Acreditar que a pessoa que deveria defender não o fez é difícil. Sempre vai ser difícil, mas realmente os crimes acontecem. Esse não foi único, não foi o primeiro. Infelizmente não vai ser o último.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Independentemente do caso vou reafirmar o de sempre.
    . .
    O BRASIL PRECISA DE UMA NOVA ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE para que se possa remover a “gordura” constitucional que emperra TERMOS UM REAL Estado Democrático e de Direito. Se houvesse PRISÃO PERPÉTUA casos como esse não acabariam, PORÉM DIMINUIRIAM aos moldes da Noruega
    Mas, sabe como é… Outra constituição só com um tal rompimento institucional e, afinal nossas instituições estão funcionando e o Estado não está falido.
    É mesmo?
    60 mil mortos por ano devido a violência armada, 40 mil mortos no trânsito, cerca de 1/3 (que se sabe, fora o resto) do congresso corrompido, jornalistas e políticos pedindo impedimento de membros do STF, intervenção Federal Armada, presidente denunciado, ex condenado NÃO É FALÊNCIA DO ESTADO?

Ler mais 18 comentários
  1. Independentemente do caso vou reafirmar o de sempre.
    . .
    O BRASIL PRECISA DE UMA NOVA ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE para que se possa remover a “gordura” constitucional que emperra TERMOS UM REAL Estado Democrático e de Direito. Se houvesse PRISÃO PERPÉTUA casos como esse não acabariam, PORÉM DIMINUIRIAM aos moldes da Noruega
    Mas, sabe como é… Outra constituição só com um tal rompimento institucional e, afinal nossas instituições estão funcionando e o Estado não está falido.
    É mesmo?
    60 mil mortos por ano devido a violência armada, 40 mil mortos no trânsito, cerca de 1/3 (que se sabe, fora o resto) do congresso corrompido, jornalistas e políticos pedindo impedimento de membros do STF, intervenção Federal Armada, presidente denunciado, ex condenado NÃO É FALÊNCIA DO ESTADO?

  2. Creio que nesse caso a punição continuará mesmo após o casal Nardoni ser solto. Qualquer um que veja a cara deles (e a imprensa e as redes sociais se encarregam de divulgar) vai tratá-los conforme merecem, não terão paz no restaurante, no supermercado, no posto de combustível. E é assim que tem que ser, az população “complementa” o fraco corretivo da justiça.

    1. Mirian, o brasil é um país de merda. Mas o Bolsonaro vai ganhar e ele disse que vai acabar com essa merda do preso sair depois de 1/6 da pena e por bom comportamento. Assassino tem de pegar perpétua sem direito a condicional. Nos EUA chegam a dar 2 ou 3 perpétuas seguidas, para impedir qualquer tipo de recurso ou de soltura antecipada. Por isso, Bolsonaro é a solução.

  3. Estivessemos vivendo em um país sério, essa assassina teria sido condenada a morte, ou com sorte, a prisão perpétua. Como vive em Banâmia, já anda feliz e faceira por aí, posando de heroína. A vitima, coitada, estava no lugar errado na hora errada, então, azar dela! Isso, definitivamente, NÃO É JUSTIÇA!!

  4. Uma mãe compartilhando a sua imensa dor e um acéfalo, abaixo, faz um comentário do tipo “volta Dilma e Ideli”. Isso explica muito sobre a decadência moral da sociedade brasileira nos últimos anos.

    1. Cérebro de bost@. Está comprovado que foram esses dois Lúcifes que mataram a menor indefesa de 5 anos de idade. Morte para esses monstros é pouco.

  5. Realmente essa tragédia que ainda está vívida em nossas memórias, principalmente de nós que somos pais, serve para mostrar que não existe uma classe especial de pessoas por causa de sua condição social, sexo, cor, credo, raça, ideologias, orientação sexual.. Todo assassinato é um atentado contra a humanidade. O ser humano vem antes de qualquer outra condição.

  6. O mal existe, em qualquer lugar… assim como o bem.
    Mas é preciso que os de bem estejam preparados para enfrentar o mal, pois nem sempre se pode contar ou esperar pela ajuda de terceiros, que nem sempre aparecem.