ACESSE

Preso o "príncipe da fraude". Agora só falta Cesare Battisti

Telegram

A polícia brasileira prendeu o italiano Luigi Fiocco, procurado pelas autoridades de Milão.

Fiocco é acusado de fraudes que totalizam 200 milhões de euros.

O sujeito chegou a participar de uma missão ministerial à China, para a construção de uma fábrica de helicópteros, e foi condenado na Itália a um total de 10 anos e 9 meses de prisão.

Na Itália, ele é conhecido como “o príncipe da fraude”.

Agora só falta o Brasil prender e despachar Cesare Battisti, “o príncipe do terror”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários