Primeiro projeto de Flávio Bolsonaro autoriza instalação de fábricas civis de armas

Telegram

O primeiro projeto apresentado por Flávio Bolsonaro como senador, caso venha a ser aprovado, autorizará a instalação no país de fábricas civis de armas de fogo e munições.

A legislação atual, assinada por Getúlio Vargas em 1934, veta a instalação dessas fábricas não militares de munições de guerra e armas, embora faça a ressalva de que o governo pode conceder autorização especial.

O senador pondera que, apesar de trazer a expressão “fica proibida a instalação”, o texto de 1934 prossegue com critérios regulamentares e fiscalizadores para que empresas sejam instaladas.

O projeto foi apresentado ontem, mesmo dia do massacre em Suzano.

Comentários

  • Marcos -

    Antagonista está se folhatizando... o que tem a ver o projeto com o massacre? Como qualquer outro setor, liberdade de concorrência pode aumentar a segurança do produto, no caso, armas.

  • Júnior -

    Não tem nada a ver com o massacre , deixem de Mimimi , ruim são os policiais continuarem utilizando armas defeituosas , fuleiras .

  • Dôra -

    Podemos retroceder a 1934. Apresentar o projeto no momento em que o país está consternado com o ocorrido em Suzano? Burrice, afronta, autoconfiança?

Ler 237 comentários