Roraima não quer intervenção federal

A Procuradoria-Geral de Roraima classificou os pedidos de intervenção federal no sistema prisional estadual como “uma medida extrema” e “injustificável”.

A avaliação do órgão é de que os problemas carcerários estão sendo “equacionados e superados”.

A procuradoria estadual também informou que o estado voltou a ser autorizado a usar recursos do Fundo Penitenciário para realizar obras emergenciais — a reforma da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo será prioridade.

O amigo de José Dirceu na corte de Bolsonaro. Saiba mais AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 5 comentários
  1. KKKK eles estão usando o dinheiro do fundo para pagar os salários atrasados dos funcionários públicos. Não vai ter presidio novo não.. KKKKK Já haviam desviado 3 milhões o resto vai ser desvia