Seis turistas brasileiros morrem no Chile após vazamento de gás

Seis turistas brasileiros da mesma família morreram ontem em Santiago, a capital do Chile, por inalação de gás, informam as agências de notícias.

Os turistas estavam a passeio no país havia alguns dias e alugaram o apartamento no centro de Santiago por meio do aplicativo AirBnB.

O grupo era formado pelo casal Fabiano e Débora de Souza, seus filhos adolescentes Karoliny e Felipe, o irmão de Débora, Jonathas Kruger, e a mulher dele, Adriane. Eles moravam na cidade catarinense de Biguaçu.

A Folha conta que, segundo o Itamaraty, a família dos brasileiros recebeu na quarta à tarde telefonemas em que seus parentes falavam coisas desconexas.

Alarmados, entraram em contato com a polícia brasileira, que acionou o consulado do Brasil no Chile. Um diplomata foi ao apartamento acompanhado de policiais, que tiveram de arrombar a porta. Encontraram os seis já mortos.

Os bombeiros chilenos apontaram o vazamento de gás como causa da tragédia. Em nota, o AirBnB se disse “profundamente consternado” e prometeu prestar apoio aos familiares.

O Comentarista: você com acesso a uma curadoria das melhores histórias e duelos da rede sobre política, com análise exclusiva. CONFIRA AGORA
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO