Terrorismo estudantil: o que se sabe até agora

 

O que se sabe até aqui sobre o terrorismo estudantil em Goiânia:

– O autor dos disparos tem 14 anos é um aluno do 8º ano do ensino fundamental;

– Ele disse que sofria bullying e era chamado de “fedorento”;

– O garoto é filho de policiais militares. A arma usada foi uma pistola de calibre .40;

– Pelo menos seis adolescentes foram atingidos pelos disparos, que teriam sido aleatórios: dois deles morreram;

– O garoto foi apreendido.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 45 comentários
  1. .
    Coitadinho, sofria bullying…
    .
    Antigamente o gordinho era chamado de “bucha de canhão”, o negão era chamado de “alemão”, a magricela de” resto de frango”, e ninguém endoidava por isso, geralmente ignorava. Agora estão
    preparando essa geração mimimi dos infernos.
    .

  2. «Pesquisa revela alto índice de adoecimento mental entre docentes de universidades.»

    Tais professores universitários já são adoecidos a priori, antes mesmo de adoecer.
    Sabe por quê?
    Porque veneram, amam, adoram e veiculam o petismo e o PT.

    Remédio que cura, com toda certeza:

    Ouvir 24 horas de SERTANEJO UNIVERSITÁRIO, da Era Dilma-Lula [é permitido dividir a dose em 12 horas, intervalo, e mais 12 horas]. Ponto Final.

  3. Uai, não é para matar, prender, tudo aquilo que nos aborrece . Não é essa a alma de um candidato a presidente vive dizendo. Que bandido bom é bandido morto. Me diz aí, para esse menino, que tem pai militar e sofria bulinkyn o que eram seus algozes se não bandidos, gente do mal, opressores? Não mereciam os bandidos que o atormentavam a morte. O julgamento sumário e arbitrário das ruas. Não é assim que se deve gritar. Cortem-lhes a cabeça. Oras. Terroritmo. Não, acerto de contas. Justiça com as próprias mãos, desespero. E ele achou uma arma perto para fazer o que tinha que ser feito. Matar quem lhe oprimia. Me diga, qual a diferença disso de autodefesa. ? Nenhuma. Se ele não podia e não conseguia responde ele pegou em armas. Não é isso que todos os bolsonaristas querem? Auto defesa? . Então tá aí. E era filho de um militar. Já pensou a pressão e as simbologias em casa?

    1. Feminazi, deixa de bostejar, vai aparar os pelos do teu suvaco e tentar ser menos imbecil. Esse seu discurso é típico de libtard associado ao PSOLISMO acéfalo. Ah! E Emagreça algumas arrobas. A sua opinião exala obesidade.

    2. Agora fiquei curioso: qual é a proporção de filhos de militares (e policiais) nos massacres em escolas ocorridos pelo mundo? Você possui esses dados?

    1. Eduarda, creio que o critério não é esse. Na guerra as vítimas também são aleatórias (“qualquer combatente inimigo”), mas nem por isso um ato de guerra é terrorismo. Ao que parece, as vítimas do estudante foram aleatórias (“qualquer estudante da escola”), mas esse fato tampouco indica, por si mesmo, um ato de terrorismo.
      .
      Eu colocaria a coisa nestes termos: um ataque a militares (mesmo que seja perpetrado por terroristas) é um ato de guerra. Já um ato terrorista é um ataque a civis com motivação política ou ideológica. Assim, se o alvo não é militar, não é guerra; e se não há motivação política ou ideológica, não há terrorismo, mas assassinato (ainda que em massa).

  4. Terrorismo estudantil? Nada disso. Até onde se sabe, uma pessoa vítima de intolerância vingou-se de seus supostos algozes. Isso é crime comum, não terrorismo. Terrorismo é o que os facínoras do politicamente correto farão a partir de agora atacando a intenção de permitir posse de arma aos cidadãos decentes.

  5. Isto não foi terrorismo: foi (ao que tudo indica) um ato de vingança sem motivação ideológica ou política. Se começarem a chamar qualquer assassinato de “terrorismo”, estarão prestando um enorme favor aos terroristas. Tudo o que estes querem é confusão (medo, desinformação), em todos os níveis. O que vocês querem, que um ato de “terrorismo” pareça, aos olhos do público, algo “justificável”? Ou é apenas desejo de vender jornal?

  6. Os escarnecedores um dia vão aprender a respeitar as pessoas. E não se trata de esquerda ou direita. É questão de educação, de berço. Pensem antes de bater nos mais fracos depois que inventaram a pólvora.

  7. Estúpido é quem acredita que comunismo funciona. 100% dos países que aplicaram o esquerdismo empobreceram, faliram e/ou viraram ditaduras. Não tem 1 país comunista entre os mais ricos, desenvolvidos e inteligentes do mundo. Enfia uma tora de maconha no seu popó!! Este moleque atirou contra uma montanha de esquerdolas, toda escola é centro formador de comunistas nesse país!!!! Aluno de escola pública 95% é um monte de perdedor inútil que virará comunista quando crescer, professor de escola pública são estes alunos perdedores que só conseguem esse emprego de perdedor e diretor de escola pública é lixo humano adorador de sindicatos que nunca combate o bullyng na própria escola.

  8. Já passou muito da hora de o Brasil tratar com a devida seriedade o bullying nas escolas. Nos EUA o assunto é tratado com a seriedade de um caso de vida ou de morte. Que é exatamente o caso. Se um profissional da escola ficou sabendo de QQ coisa sobre um jovem dizer que está sofrendo, que vai se matar, que vai matar alguém, que está sendo isolado do grupo, e se esse profissional não tiver tomado nenhuma providência, ele vai PRESO. Aqui ainda se trata terrorismo psicológico a pessoas ainda sem maturidade para se expressarem, para realmente comunicarem O QUANTO estão sofrendo socialmente, como “coisa de criança”, “criança é assim mesmo”.

  9. Aborrecente despreparado pra enfrentar os óbices do porvir . O nosso Pinguço sempre foi xingado , notadamente pelo seu bafo característico de cachaça , mas nunca ‘atirou’ em ninguém , só ”tirou” .

  10. O que se sabe até agora é a que imprensa aparelhada vai fazer aquela manipulação nojenta de sempre.
    Se o moleque tivesse se suicidado no final, algum “repórter” da Folha SP ia tentar vestir o cadáver com uma camiseta escrita BOLSONARO 2018

  11. SER CHAMADO DE FEDORENTO É BULLING????

    A MIDIA DEU MUITA COBERTURA PRO CASO DA ESCOLINHA DA CRECHE QUE APARECEU MAIS UM PRA CHAMAR A ATENÇÃO

    1º LAS VEGAS
    2º ESCOLINHA DAS CRIANÇAS
    3º ESCOLA DE GOIÁS

    E A CLÁSSICA PERGUNTA: O QUE LEVOU A ISSO????
    REALIMENTANDO O CICLO

  12. Esta notícia é lamentável e dolorosa, ninguém merece ver um filho morto.
    Mas já se vê que vai tomar proporções muito maiores do que aquela onde o psicopata matou as crianças e a professora da creche queimados, pelo fato de agora ter sido usada uma arma de fogo.
    O que é perfeito para encher a boca dos esquerdistas de plantão com palavras humanitárias variadas e demonização das armas.
    Mas por detrás de suas belas palavras progressistas de valores humanos (sic) e de demonização das armas de fogo, é sabido que a questão é realmente de ideologia política, afinal o cidadão honesto não tem como se defender de um Estado opressor e seu “lumpesinato bucha-de-canhão” do crime, com uma garrafa de álcool e uma caixa de fósforo.

    1. Exato. Redução da maioridade já ou manicômio judicial pra esse aí. E a única coisa que pode parar um louco ou homicida armado com um revolver é uma pessoa de bem armada legalmente, com igual ou maior poder de fogo.
      “Guns don’t kill” https://youtu.be/seH3bsymNJ4
      É óbvio que a revogação do estatuto do desarmamento não envolve ceder armas para pessoas, jovens, idosos, adultos, que porventura tiverem problemas psicológicos. Existe toda uma técnica, um curso de tiro, e o fato de não poder ter antecedentes criminais, e um registro. Agora loucos também pegam carros por aí, e sem avisar pra ninguém, de surpresa, saem atropelando pessoas. O mesmo vale para facas. O mesmo vale para qualquer objeto que estiver ao alcance de mentes insanas. Isso só faz as pessoas de bem quererem armas para se defenderem de loucos e homicidas armados, seja através da posse ou do porte de armas. Isso é elementar. Vejam só a pesquisa que foi feita ao vivo na globo news, com manchetes tendenciosas. Os vídeos do Benê Barbosa, ou de jornalistas da direita, e de alguns usuários do youtube, e jornalistas gringos, inclusive Tucker Carlson, desbam falácias de congressistas esquerdistas ao vivo.

  13. FEDORENTOS E PRINCESAS, CARTILHA DOS PTRALHAS…
    SEMPRE FUI FEDORENTO NA ADOLESCÊNCIA E AINDA SOU DEPOIS DO SEXO…
    A TESTOSTERONA AINDA AFLORA… COM 50 NUNCA PENSEI EM MATAR NINGUÉM
    E A MULHERADA ACHA QUE TEM CHEIRO DE LEÂO, GRRRRRR

  14. O politicamente correto cria crianças e adultos medrosos e traumatizados. Soma-se a isso uma sociedade onde as crianças e adultos aprender que armas servem só para matar e não para defenderem suas próprias vidas, a desgraça é certa. Estas tragédias que acontecem não são fruto de uma suposta “cultura do armamento”, mas justamente da FALTA de tal.

  15. GERAÇÃO MIMIMI RIDÍCULA!!!!Desde q o MUNDO é mundo existe esse tipo de brincadeira!!!Mas deram tanta trela pra essa papagaiada ,q agora os dimenó resolvem se vingar!!!Claro,tá certo!!Com essa esquerdalha defendendo dimenó assassino fica fácil mesmo!!Daqui a UM ANINHO esse DÉBIL MENTAL MIMIMI TÁ SOLTO!!!!!

    1. E é obrigado a fazer parte das redes??????Se te incomoda saia delas!!!!Sofri bulling durante todo o ginásio,não me matei,nem matei ninguém!!!!Nem a psicologo fui e sou muito bem resolvido!!!

    2. É, mas antes as brincadeiras nao ficavam perpetuamente nessas malditas redes sociais. O que voce faz hoje pode ficar eternamente lhe atormentando ao rodar pela internet afora sem que voce possa fazer muita coisa.

  16. Sendo menor de idade vai ficar preso em casa de juventude até os 18 anos depois vai ser solto sem anotação alguma na ficha, podendo ser contratado para ser professor, treinador de futebol infantil, médico, etc. Em mais um tempo vira político e aprende a matar pessoas usando armas mais silenciosas.