TJ-MG absolve cunhado de Ana Hickmann pela 2ª vez

O TJ-MG absolveu por unanimidade o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Correa, da acusação de homicídio de Rodrigo Augusto de Pádua, que em 2016 invadiu um hotel em Belo Horizonte e tentou matar a apresentadora, informa Sonia Racy.

Correa estava com sua mulher e com Ana na ocasião. Os três foram feitos reféns e, após descuido do sequestrador, o cunhado da apresentadora desferiu três tiros contra ele e o matou.

Ele já havia sido absolvido em primeira instância no ano passado, mas o Ministério Público de Minas recorreu.

“A família está aliviada, após três anos e três meses de sofrimento. A sentença confirma que Gustavo agiu em legítima defesa”, disse à colunista do Estadão o advogado do caso, Fernando José da Costa.

Comentários

  • Veronica -

    MP de MG tem que ser investigado, isso sim!

  • Alberto -

    Só faltavam culpar a vítima que conseguiu evitar uma tragédia. Um cara armado invade um quarto, perdeu a razão.

  • Fernando -

    Caso clássico que deveria ser punido pela lei de abuso de autoridade. Procurador, além de formalizar denúncia sem cabimento ou possibilidade de prosperar, ainda recorreu da decisão do julgamento.

Ler 55 comentários